O seu navegador está desatualizado!

Atualize o seu navegador para ter uma melhor experiência e visualização deste site. Atualize o seu navegador agora

×

Notícias

CEO da Philips Brasil assume a presidência do Conselho de Administração da ABIMED

Renato Garcia Carvalho, CEO da Philips Brasil, é o novo presidente do Conselho de Administração daABIMED (Associação Brasileira da Indústria de Alta Tecnologia de Produtos para Saúde) para o biênio 2018/2019, em substituição a Felipe Kietzmann.

A mudança decorre de uma regra do estatuto da associação, segundo a qual somente podem pertencer ao Conselho de Administração representantes de empresas associadas daABIMED.

Carvalho, que até então ocupava a vice-presidência do Conselho, é graduado em Engenharia de Produção pela Universidade Federal em Itajubá (MG) e possui MBA pela Universidade de São Paulo, além de Master Black Belt em Lean Six Sigma e outros cursos internacionais de liderança. 

Sua carreira na Philips teve início em 2011, como Diretor de Estratégia e Excelência Operacional, assumindo posteriormente a Direção de Operações para América Latina; antes de assumir a posição de CEO, liderou as divisões da Philips Lighting e Philips Health Systems no Brasil. Com 15 anos de carreira profissional, possui experiência nas áreas de Estratégia, Vendas, Supply Chain, Operações, Gestão de Projetos e Desenvolvimento de Negócios, tendo acumulado posições internacionais nos EUA e na Europa.

Sobre aABIMED
AABIMED representa 230 empresas de tecnologia avançada na área de equipamentos, produtos e suprimentos médico-hospitalares. As empresas associadas daABIMED respondem por 65% do faturamento do segmento médico-hospitalar. O setor de produtos para saúde tem participação de 0,6% no PIB brasileiro, conta com mais de 13 mil empresas e gera em torno de 140 mil empregos.

Criada em 1996, aABIMED é sócia-fundadora do Instituto Coalizão Saúde e membro do Conselho Consultivo do Instituto Ética Saúde. A entidade também coopera com a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e com autoridades da Saúde, fomentando a implementação de políticas e regulamentações que proporcionem à população acesso rápido a novas tecnologias e a inovações, em um ambiente ético de negócios.

Fonte: Portal Gestão e RH