Eventos

III Workshop de Inovação Tecnológica

2015-08-12 00:00:00 das às

Avenida Prof. Lineu Prestes, 2242, Cidade Universitária


   Adicionar na agenda 12/08/2015 12/08/2015 America/Sao_Paulo III Workshop de Inovação Tecnológica Avenida Prof. Lineu Prestes, 2242, Cidade Universitária Organizer Organizer e-mail false MM/DD/YYYY

O Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (Ipen) realiza nos dias 10, 11 e 12 de agosto o III Workshop de Inovação Tecnológica dirigido principalmente para a área acadêmica e para o setor empresarial, com foco em empreendedorismo, transferência de tecnologia e proteção da propriedade intelectual. Além de palestras, haverá a segunda edição da ""Feira Tecnológica Ipen/Comissão Nacional de Energia Nuclear (CNEN)”, com a oferta de produtos e processos oriundos de pesquisas do Centro de Lasers e Aplicações (CLA), e uma oficina (""hands-on"") sobre propriedade intelectual. Com o objetivo de consolidar novas parcerias entre o Ipen e o setor produtivo industrial, por meio da transferência de tecnologia, a feira vai oferecer cinco produtos/processos. O primeiro, apresentado pelo pesquisador Wagner de Rossi, será ""A funcionalização de superfícies com laser”. Trata-se de um processo de microusinagem com laser de pulsos ultracurtos para produção de estruturas micrométricas ou submicrométricas sobre superfícies de metais, polímeros ou cerâmicas de maneira a mudar suas propriedades físicas, químicas ou tribológicas.

Em seguida, o pesquisador Niklaus Ursus Wetter vai mostrar a importância de ""Lasers de estado sólido” com potências de até 200W e alta qualidade de feixe, que podem operar em modo contínuo ou pulsado e são a base para uma enorme quantidade de processos à laser das áreas industrial, médica e científica. ""Embora existam no mercado internacional produtos similares, a tecnologia desenvolvida no nosso centro é comprovadamente mais eficiente e mais em conta do que qualquer tecnologia similar”, afirma.

A terceira tecnologia, apresentada pela pesquisadora Denise Zezell, será ""Formulação farmacêutica para tratamento de câncer de pele”. Trata-se de uma nova fórmula química e método de preparação de uma pomada fotossensibilizadora para usar na terapia fotodinâmica para tratamento de lesão de pele, em particular tumores espinocelulares (o carcinoma espinocelular é o segundo tipo mais comum de câncer de pele). ""Devido a sua formulação única, o presente fármaco apresenta maior penetração no tecido biológico e permite que o efeito fotodinâmico obtido com o tratamento seja mais eficiente em relação a outras formulações disponíveis comercialmente e/ou cientificamente”, explica Denise. Após ter sido testado in vivo em dois tipos de animais (felinos e roedores), o produto está patenteado e entre as vantagens está a redução dos custos demandados com a radioterapia e/ou quimioterapia.

Na sequência, Martha Simões Ribeiro vai apresentar o produto ""Colóide à base de azuleno para redução microbiana”, uma formulação farmacêutica para tratamento tópico de infecções. Trata-se de um colóide à base de um fotossensibilizador que provoca morte microbiana quando associado a uma fonte de luz de baixa potência de emissão vermelha. Com importante ação contra micro-organismos resistentes a antibióticos, é atóxico e não mancha o tecido biológico (tecido mole, como a pele e mucosa, ou tecido duro, como dente e osso). ""Essa tecnologia pode ser utilizada nas diversas áreas da saúde onde há necessidade da redução tópica de micro-organismos. Na odontologia, pode ser utilizada na desinfecção intracanal, doença periodontal, tratamento de candidíase e prevenção ou tratamento de cárie. Na dermatologia, pode ser utilizada no tratamento de micoses. Na ginecologia, no tratamento de vulvovaginite. Na clínica médica, no tratamento de feridas infectadas”, salienta Martha.

Encerrando as apresentações, Anderson Zanardi de Freitas vai mostrar a ""Utilização da tomografia por coerência óptica na avaliação de rugosidade de superfícies e desmineralização em esmalte dental” como metodologia para determinação de rugosidade de superfícies frágeis em tempo real e para determinação do grau de desmineralização de esmalte dental. ""A tecnologia de tomografia por coerência óptica permite a avaliação da rugosidade de superfícies frágeis, como, por exemplo, pele humana, géis, e todos tipo de superfície onde o contato mecânico não é possível”, diz Anderson, acrescentando que, para a desmineralização de esmalte dental, a tecnologia permite avaliação da variação do conteúdo mineral em tempo real de forma não invasiva. Após as apresentações dos pesquisadores, haverá uma rodada de negociações entre o representante da empresa e o Ipen para tratar dos aspectos formais que envolvem a parceria e a transferência de tecnologia. As empresas 13 já confirmaram presença. O evento é organizado pelo Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT).

Mais informações no link https://sites.google.com/site/nitipensp/home ou pelos e-mails: nit@ipen.br e lferreira@ipen.br.


Desenvolvido por MakeIT Informática