Notícias

Brasil segue a caminho da liderança em softwares de saúde

A área de saúde está em constante evolução no mundo! No Brasil não é diferente! Assim como em outros segmentos da sociedade, o setor médico apresenta cada vez mais avanços tecnológicos que podem servir como luxuosos auxílios na busca por melhores tratamentos. Também nesse viés de investimentos em melhorias são registrados, a cada dia, enormes progressos nas áreas administrativa e gerencial de consultórios, clínicas, ambulatórios e hospitais.

Em 2016, ao falar do mercado de softwares com uma visão macro, o Brasil já era tido como possível líder da América Latina em um futuro próximo na opinião de diversos especialistas. Os anos passaram e o país segue a caminho dessa posição. Hoje, quando falamos sobre os sistemas para gestão médica, é perceptível a inserção de gigantes do setor em outros países. Organização de histórico médico dos pacientes e telemedicina são dois dos principais focos para o segmento atualmente, e ganham força todos os dias.

Inclusive, no tocante à ascensão tecnológica, a tendência é que apresente um crescimento ainda mais pujante. Segundo um estudo da Associação Brasileira da Indústria de Alta Tecnologia de Produtos para Saúde, a Abimed, a previsão de crescimento para a área de tecnologia médica, em 2019, no Brasil, é de até 7%. E isso é genial porque abre um enorme leque de possibilidades e oportunidades para quem deseja exercer a medicina com dedicação e amor à profissão. E também para todos aqueles que trabalham no setor seguirem realizando o melhor trabalho possível, visando o bem-estar do paciente, além, claro, dos benefícios garantidos à população que contará com um atendimento de excelência cada vez mais robusto.

Todos esses pontos têm levado o segmento de saúde a avançar rapidamente em relação à troca de informações, assunto no qual a tecnologia tem sido uma aliada fundamental para pacientes, profissionais da saúde e integrantes da indústria médica de forma geral. A transformação digital afeta diretamente o gerenciamento de centros de saúde, assim como os tratamentos por si só. Quando tratamos especificamente de sistemas para gestão, a título de conhecimento, a probabilidade de desenvolvimento pode gerar ganhos consideráveis.

Uma importante ferramenta são os softwares de gestão médica, indicados para organizar de maneira eficiente a administração de diversos centros, desde pequenos consultórios até grandes corporações do setor hospitalar.

E o cenário para softwares de saúde no Brasil vive uma fase de grande expansão. Atualmente, é impensável que os estabelecimentos de saúde realizem sua gestão sem os sistemas construídos para monitoramento de rotinas administrativas que servem de base para aperfeiçoamento e crescimento na performance enquanto empresa e na busca pelo melhor atendimento ao paciente.

E o cenário é muito claro! Há um grande número de players concorrendo para oferecer eficiência no serviço e vemos o interesse cada vez maior no assunto, principalmente das clínicas de todo o país. O entendimento geral acerca da importância de dispor de um software para gestão clínica é marcante, tendo em vista a necessidade de organização e otimização de resultados.

A revolução na maneira de cuidar de instituições médicas é clara e os passos dados em direção ao soerguimento das companhias que se dedicam a desenvolver novidades na área se fortalecem à medida que os softwares se mostram cada vez mais indispensáveis.

O entusiasmo com a possibilidade de poder oferecer o recurso de telemedicina, por exemplo, é totalmente justificável pela grande inovação que traria em todo o jeito de se praticar atendimentos e consultar pacientes. A perspectiva de conseguir realizar esse tipo de procedimento remotamente faz olhos de profissionais do setor e também de pacientes brilharem muito por conta do conforto oferecido ao indivíduo mais importante de toda essa equação, o paciente.

Outra funcionalidade que tem movido o mercado de softwares médicos no Brasil é o reconhecimento facial. Uma ferramenta revolucionária, mas ainda não disponível em todos os sistemas. Uma coisa é certa: aqueles que já estão disponibilizando essa opção para os clientes são pioneiros e saem na frente para chegar ao patamar de melhoria que se espera para o atendimento através desse significativo recurso muito rapidamente.

O reconhecimento facial tem tudo para se tornar um daqueles recursos fundamentais ao receber os pacientes, tal qual os aparelhos para chamada de fila e de geração de senha se tornaram em recepções de clínicas, consultórios e hospitais. Isso porque ele permite o fácil acesso a todo o histórico de dados de um paciente e permite aos médicos o contato com todas as informações deste paciente sem complicações, desde o aviso da chegada dele até o tratamento que será feito, passando pelo histórico e dados do mesmo.

E o que podemos concluir em uma análise do mercado de tecnologia médica no Brasil? Todo progresso levará as empresas do setor a oferecer um panorama de desempenho favorável e propício ao exercício da medicina mantendo a ética, o zelo pela vida e o sucesso. Afinal, não é ruim nem errado buscar o êxito do empreendimento na rede particular de saúde, portanto que sejam guardadas as devidas responsabilidades morais.

Finalizo com a certeza que o futuro é agora! As empresas do setor de tecnologia médica trabalham no desenvolvimento de artifícios que impulsionam o gerenciamento médico, com a certeza que, a cada dia, eles contribuem mais para revolucionar o setor.

*Silvio Maia é CEO da Feegow Clinic
Link: Clique aqui para ler esta notícia direto da fonte

Desenvolvido por MakeIT Informática