Notícias

É hoje: Seminário virtual "Science in Brazil saves lives"

Hoje, 18 de novembro, às 11h (Horário de Brasília), acontece o seminário virtual "Science in Brazil saves lives", que apresentará pesquisa de ponta desenvolvida no Brasil na área de saúde e medicina.

O projeto "Science in Brazil" da Embaixada do Brasil em Londres tem como objetivo consolidar, no Reino Unido, a imagem do Brasil como produtor relevante de conhecimento científico e como destino de pesquisadores estrangeiros. Além do seminário "Science in Brazil saves lives", estão previstos três outros seminários em 2022, sendo um sobre pesquisa na área ambiental, um sobre física e um sobre tecnologia para agricultura. A Embaixada utilizará, ademais, a marca "Science in Brazil" para todos os eventos que exponham ao público local ciência de ponta desenvolvida no Brasil.

O seminário "Science in Brazil saves lives" contará com os seguintes participantes:

Carlos Henrique Brito Cruz. Atualmente Vice-Presidente Sênior da Elsevier, empresa que presta consultoria científica, é professor emérito da UNICAMP, instituição da qual foi reitor entre 2002 e 2005. Foi Presidente da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP) entre 1996 e 2002 e Diretor Científico da Fundação entre 2005 e 2020. É, ainda, membro da Academia Brasileira de Ciências, da The World Academy of Sciences, da American Association for the Advancement of Science e da American Physical Society. Prestou importante apoio à Embaixada durante a concepção do projeto "Science in Brazil" e será o moderador do primeiro seminário.

- Ester Cerdeira Sabino. Co-coordenadora do Centro Brasil-Reino Unido de Descoberta, Diagnóstico, Genômica e Epidemiologia de Arbovírus (CADDE), instituição de pesquisa da FAPESP e do Medical Research Council do Reino Unido. É professora associada do Departamento de Doenças Infecciosas da USP e foi diretora do Instituto de Medicina Tropical da mesma Universidade. No seminário, a Dra. Ester Sabino apresentará sua pesquisa de sequenciamento genético de diversos vírus causadores de doenças, em particular o do novo coronavírus (realizado no tempo recorde de 48 horas logo no início da pandemia) e dos vírus da dengue, zyka e chikungunya.

- Fernando Cendes. Diretor do CEPID BRAINN, programa da FAPESP e do Instituto Brasileiro de Neurociência e Neurotecnologia que realiza pesquisas nas áreas de genética, neurobiologia, farmacologia, neuroimagem, ciência da computação, robótica, física e engenharia para desenvolver métodos e técnicas inovadores para o tratamento de doenças cerebrais debilitantes, em especial a epilepsia e o acidente vascular cerebral. É professor de Neurologia e coordenador do Programa de Cirurgia de Epilepsia e do Laboratório de Neuroimagem da UNICAMP, além de membro da Academia Brasileira de Ciências e do Comitê Executivo da International League Against Epilepsy - Latin America. No seminário, falará sobre sua pesquisa inovadora no tratamento de epilepsia.

- Nuno Rodrigues Faria. Português, é professor da Universidade de Oxford e do Imperial College e Co-coordenador do Centro Brasil-Reino Unido de Descoberta, Diagnóstico, Genômica e Epidemiologia de Arbovírus (CADDE). No seminário, tratará de sua experiência com trabalho científico no Brasil e com pesquisadores brasileiros na área de saúde.

O seminário, em língua inglesa, terá por público prioritário acadêmicos, pesquisadores e jornalistas da mídia científica no Reino Unido - os quais já começaram a receber os convites e confirmar presenças. Além deles, a Embaixada também enviou convites para pesquisadores que atuam no Brasil em áreas afins ao seminário.

Link para inscrições: https://tinyurl.com/Science-in-Brazil-Health


Desenvolvido por MakeIT Informática