Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Ao prosseguir você concorda com nossa política de privacidade.

Lote de remédio genérico para diabetes é suspenso pela Anvisa

Publicado em 07/09/2015 • Notícias

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) determinou nesta sexta-feira (4) a suspensão de um lote do medicamento genérico cloridrato de metformina, fabricado pela empresa Prati-Donaduzzi. O remédio é indicado para tratamento de diabetes.

A medida vale apenas para o lote 13L829 do produto de dosagem 850 mg, cuja validade vai até novembro de 2015.

Em nota, a agência informa que decidiu suspender o produto após “”resultados insatisfatórios”” em análise feita pelo instituto Adolfo Lutz. O laudo apontou que os comprimidos tinham manchas irregulares e pontos de cor preta.

A suspensão do uso e comercialização foi publicada no Diário Oficial da União. A empresa deverá recolher todo o estoque do lote no mercado.

OUTRA SUSPENSÃO

A Anvisa também determinou nesta sexta o recolhimento de um lote de outro medicamento genérico da Prati-Donaduzzi pelo mesmo motivo.

Segundo a agência, o lote 13L95F do medicamento metronidazol 250 mg, com validade até dezembro de 2015, também foi reprovado após análise por apresentar manchas irregulares e também na cor preta.

O remédio costuma ser indicado para tratamento de infecções intestinais e na vagina ou pênis.

Procurada pela reportagem, a Prati-Donaduzzi informou, em nota, que já promoveu o recolhimento de todos os remédios dos dois lotes citados na suspensão.

A nota da empresa ainda diz que todos os testes de qualidade realizados “”atenderam integralmente às especificações de qualidade atribuídas ao produto, bem como às normas de boas práticas de fabricação exigidas pela Anvisa””.

Segundo a indústria, “”a ação preventiva”” de recolhimento ocorreu por desvios no aspecto dos produtos durante a comercialização. Ainda assim, “”em nenhum momento a saúde dos consumidores ficou em risco””, afirma. A empresa indica ainda um telefone em caso de dúvidas de consumidores, disponível em horário comercial: 0800 709 9333.

Fonte: Folha de S.Paulo

Mais notícias e eventos