Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Ao prosseguir você concorda com nossa política de privacidade.

Mercado Aberto: Despesas em evolução

Publicado em 20/09/2015 • Notícias

Os gastos de planos de saúde de autogestão com órteses, próteses e materiais especiais (OPMEs), como implantes, somaram R$ 1,5 bilhão em 2014, segundo a Unidas (entidade que representa as instituições).

O valor representa 15% das despesas com procedimentos hospitalares pagas pelo segmento no ano passado.

No total, o custeio assistencial das operadoras foi de de R$ 15 bilhões em 2014, valor que poderá chegar a R$ 20 bilhões até o fim deste ano, de acordo com a associação.

O crescimento será impulsionado pelo envelhecimento da população e pela inclusão de novos procedimentos na lista de cobertura, entre outras razões. As operadoras de autogestão são as que administram o plano de saúde dos próprios funcionários.

*5 milhões*são os beneficiários atendidos pelas instituições de autogestão no país

Fonte: Folha de S.Paulo

Mais notícias e eventos