Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Ao prosseguir você concorda com nossa política de privacidade.

Para analista, CPMF é a saída do governo

Publicado em 10/11/2015 • Notícias

A forte queda na arrecadação federal, de 4,12%, em setembro mostra que o governo não tem alternativa a não ser conseguir aprovar a recriação da CPMF no Congresso, segundo Fabio Silveira,diretor de pesquisa econômica da GO Associados.
“Queda na arrecadação é reflexo do nível de atividade, que encolheu dramaticamente este ano. Como um aumento na Cide (Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico) sobre a gasolina traria uma receita menor, não tem como escapar da CPMF,mais cedo ou mais tarde”, disse.
Para ele, a difícil aprovação da CPMF no Congresso levaria então o governo a cortar gastos para fechar as contas,mas isso é mais complicado, pelo fato de 90% do Orçamento estar engessados pelas despesas obrigatória. “Se não for possível reduzir o engessamento grande do Orçamento e se não houver aprovação da CPMF, a situação se complicará ainda mais”, disse.

Fonte: O Estado de S.Paulo

Mais notícias e eventos