Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Ao prosseguir você concorda com nossa política de privacidade.

Primeira fábrica de equipamentos de radioterapia da América Latina será em Jundiaí

Publicado em 18/11/2015 • Notícias

A Varian Medical Systems, empresa norte-americana fabricante de equipamentos médicos, vai instalar em Jundiaí sua primeira planta na América Latina, o projeto é apoiado pela Investe São Paulo. A unidade vai produzir equipamentos de radioterapia que serão comprados pelo Ministério da Saúde para utilização em hospitais do Sistema Único de Saúde (SUS), além de abrigar um centro de treinamento e capacitação.

O projeto foi anunciado na última quarta-feira, 30 de setembro, em reunião com o governador do Estado de São Paulo, Geraldo Alckmin. “O projeto da Varian está no escopo de nosso programa para trazer mais investimentos relacionados a Saúde para o Estado. Projetos desse tipo incrementam uma cadeia rica e complexa, com empregos de qualidade e o desenvolvimento de tecnologia. E é perfeitamente natural que as empresas escolham instalar-se onde estão as melhores universidades e centros de pesquisa, ou seja, o Estado de São Paulo”, explica o presidente da Investe SP, Juan Quirós.

A Investe SP tem apoiado a Varian em diversos aspectos, como orientação sobre incentivos tributários e análise ambiental dos possíveis lugares considerados para a instalação da fábrica. Para a empresa, era importante instalar sua sede em algum município na região entre Jundiaí e Campinas para que tivesse fácil acesso a aeroportos internacionais, rodovias e ao Porto de Santos. A proximidade a centros de pesquisa e de tratamento de câncer também influenciou na decisão.

A decisão de vir para o Brasil foi tomada após a Varian ter ganhado uma licitação do Ministério da Saúde em 2013. No acordo, o Governo Federal se responsabiliza a investir R$ 500 milhões na compra de 80 aceleradores lineares da empresa que serão entregues até 2018, quando a fábrica começa a funcionar.

A empresa norte-americana, por sua vez, além de produzir os equipamentos, fará a manutenção de máquinas e a transferência de tecnologia para institutos de pesquisa brasileiros. A empresa deverá ainda capacitar fornecedores para a linha de produção, já que o produto final deve ter ao menos 40% de partes, peças, acessórios e softwares feitos no Brasil. Está prevista ainda a instalação de um centro de treinamento para profissionais da saúde em toda a América Latina que lidam com os aparelhos. Até o momento, essa capacitação era feita em Las Vegas, nos Estados Unidos.
 
 
Sobre a Varian Medical Systems
 A Varian Medical Systems equipa o mundo com novas armas para lutar contra o câncer, como imagens raio-x e barreiras de proteção. Operando desde a década de 50, a empresa foi pioneira em campos como radioterapia, radiocirurgia e tecnologia de tubos de raio-x, além, de detectores de imagem digitais, digitalizadores de carga e testes não-destrutivos. Emprega hoje mais de 6,5 mil pessoas em 70 escritórios ao redor do mundo.
 

Fonte: Investe São Paulo

Mais notícias e eventos