Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Ao prosseguir você concorda com nossa política de privacidade.

Tecnologia é usada em favor da longevidade

Publicado em 19/11/2015 • Notícias

Maior longevidade, melhor qualidade de vida, detecção precoce de doenças, tratamentos mais eficazes, menos invasivos e mais seguros, além da redução do tempo de internação hospitalar e da mortalidade, são alguns dos avanços na área da saúde alcançados com a ajuda das tecnologias desenvolvidas para o setor nos últimos anos.

_x000D_

 

_x000D_

Os benefícios abrangem da prevenção, passando pelo diagnóstico, tratamento e até a reabilitação, resultando em impactos para pacientes, profissionais e hospitais, segundo o diretor executivo de Relações Institucionais da Associação Brasileira da Indústria de Alta Tecnologia de Produtos para Saúde (Abimed), Aurimar Pinto.

_x000D_

 

_x000D_

O diagnóstico por imagem ganhou precisão com equipamentos como ultrassonografia, tomografia computadorizada, medicina nuclear, radiologia intervencionista e ressonância magnética que exigiram qualificação profissional e possibilitaram a detecção precoce de doenças.

_x000D_

 

_x000D_

Entre as tecnologias mais inovadoras, ele destaca os transplantes, que deram respeitabilidade mundial ao Brasil, e o sistema de neuronavegação, um conjunto de tecnologias assistidas por computador que possibilita a ressecção de tumores cerebrais permitindo cirurgias com maior segurança em locais do cérebro de difícil acesso.

_x000D_

 

_x000D_

Produtos para audição, medidores de insulina e marcapassos, entre outros, revolucionaram a saúde fora do ambiente hospitalar. “Cada vez menores, os marcapassos contribuem para restabelecer a função cardíaca logo após o implante e em menor tempo de recuperação cirúrgica”, afirma Aurimar Pinto.

_x000D_

 

_x000D_

Avanços importantes ocorreram também na cardiologia, segundo o diretor da Associação Médica Brasileira (AMB), José Bonamigo. Um deles é o implante de válvula aórtica transcateter, conhecido como TAVI, que permite a substituição da válvula aórtica sem a necessidade de abrir o tórax. Menos invasiva, beneficia em especial pacientes de alto risco para cirurgias de peito aberto.

_x000D_

 

_x000D_

Há inovações também em cirurgia plástica. Uma delas são os programas de planejamento cirúrgico que permitem prever o pós-operatório e com isso melhorar os resultados das cirurgias, diz o especialista em cirurgia plástica Nívio Lemos Moreira Jr. Ele lembra que há ainda avanços curativos relevantes, como o uso de célula-tronco para acelerar a cicatrização de feridas geradas por queimaduras.

_x000D_

 

_x000D_

Em biotecnologia, algumas das mais importantes tecnologias recentes se referem a Gene Editing por meio do método CRISPR CAS 9, afirma o presidente da Sociedade Brasileira de Biotecnologia (SBBIOTEC), Luiz Antonio Barreto de Castro. A nova ferramenta de edição de genoma permite a modificação de genomas com maior precisão e ganha destaque como tratamento médico do futuro no que se refere às doenças genéticas.

_x000D_

 

_x000D_

Os medicamentos de biotecnologia trouxeram benefícios à terapêutica contra o câncer, como os anticorpos monoclonais, imunoterapia que direciona o tratamento mais especificamente às células doentes. Segundo Castro, o Ministério da Saúde deverá adquirir R$ 10 bilhões em medicamentos biotecnológicos em 2016, entre os quais em especial os anticorpos monoclonias para as terapias do Sistema Único de Saúde (SUS).

_x000D_

 

_x000D_

Os hospitais também contam com tecnologia para aperfeiçoar os processos das instituições e melhorar a qualidade da atenção ao paciente desenvolvida por meio de sistemas mais complexos, como os de tecnologia da informação (TI), e com iniciativas simples, mas inovadoras, segundo o presidente do Conselho de Administração da Associação Nacional de Hospitais Privados (Anahp), Francisco Balestrin.

_x000D_

 

_x000D_

Novos players devem continuar trazendo mudanças no mercado de saúde, prevê Aurimar Pinto, da Abimed. Os serviços de monitoramento remoto de pessoas deverão ser ampliados. A radiologia intervencionista tende a ser a nova cirurgia. A robótica ganhará espaço assim como a genômica, que já é usada no tratamento de câncer e que deverá ser aplicada na prevenção.

_x000D_

 

_x000D_

A telemedicina deverá se intensificar. Um estudo da PwC, segundo ele, prevê uma redução potencial de US$ 14 bilhões nos gastos com saúde no Brasil até 2017 se forem adotadas tecnologias móveis. Com essas tecnologias, 40 milhões de pessoas de áreas mais remotas do país poderiam evitar a ida aos grandes centros para realizar assistência básica.

_x000D_

 

Fonte: Valor Econômico

Mais notícias e eventos