Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Ao prosseguir você concorda com nossa política de privacidade.

Como escolher o plano de saúde

Publicado em 07/09/2015 • Notícias

Em um cenário de demissões em diferentes setores da economia, muitos trabalhadores temem perder o plano de saúde da antiga empresa. Segundo determinação da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), ex-trabalhadores demitidos sem justa causa podem continuar com o plano empresarial por até um terço do período de contribuição, no caso dos chamados planos contributários, em que parte da mensalidade do seguro era descontada da folha de pagamento. O limite máximo para uso do benefício é de dois anos e o mínimo de seis meses, “”mas o ex-trabalhador tem de arcar com o valor total da mensalidade do plano””, ressalta Joana Cruz, advogada e pesquisadora em planos de saúde do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec). Quem deseja contratar um novo seguro saúde, no entanto, deve estar atento a várias informações. “”A primeira dica é não ter pressa. Plano de saúde não se compra por impulso””, adverte João Luis Barroca, porta-voz da ANS.

Fonte: Isto É

Mais notícias e eventos