Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Ao prosseguir você concorda com nossa política de privacidade.

Educação: uma aliada do equilíbrio financeiro

Publicado em 05/12/2022 • Notícias

São muitos os motivos que levam empresas da área da saúde a investir em educação. Um delas diz respeito ao equilíbrio de custos, uma vez que o uso racional dos serviços resulta em efetividade dos serviços e melhor aproveitamento dos recursos, inclusive financeiros. Aqui, o investimento em educação é direcionado sobretudo a pacientes e ao público externo em geral.

Operadoras de saúde, laboratórios e outros prestadores que lidam com tecnologia precisam que os pacientes compreendam quais serviços são oferecidos, a que custo e quando devem ser requisitados.  Por isso, diversas soluções em educação pública podem ser implementadas em diferentes vias, buscando educar e orientar tanto os pacientes quanto parceiros de negócios, fornecedores e intermediários.

Materiais educativos – A boa e velha cartilha ainda tem razão de existir! Com linguagem acessível e boas imagens, materiais educativos são um bom ponto de partida para educar parceiros e consumidores. O material pode ser impresso ou digital, em formato e-book. Mas atenção: embora simples, a linguagem adotada precisa ser assertiva e correta. Este é, inclusive, um bom lugar para explicar termos técnicos. Dessa forma, quando acessar os serviços ou outros canais de comunicação da empresa, o leitor estará mais antenado sobre o que está ao seu alcance e o que significam cada uma das expressões utilizadas pelo segmento.

Comunicação pública – Relacionamento com a imprensa, sites e redes sociais são fundamentais quando o assunto é abrir um canal de comunicação com a sociedade em geral. Mais do que promover serviços ou captar clientes, a comunicação pública de empresas de saúde tem o importante papel de ajudar a educar a população sobre o universo em que elas atuam. Vacinas, patologias diversas, exames, rotinas de saúde e funcionamento de hospitais, por exemplo, são assuntos de interesse geral dos cidadãos. E quem melhor do que as companhias atuantes na área para ajudar a educar o público a esse respeito?

Eventos e workshops com parceiros – Parceiros de negócios também precisam de orientação. Parcerias comerciais não podem deixar de lado a troca de informações e perspectivas, e por isso eventos e workshops também entram na lista de ações educativas que podem ser promovidas por empresas de saúde. Além de apresentar novos serviços, tecnologias e soluções, essas ocasiões servem para levantar discussões sobre o futuro da atividade. Aqui, vale lembrar a máxima de que educação é uma via de mão dupla: quem ensina também está aprendendo. E as ações educativas junto a parceiros de negócios é uma oportunidade de ouro para a troca de ideias que resulta em melhorias de processos e aprimoramento de produtos e serviços.

Mais notícias e eventos