Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Ao prosseguir você concorda com nossa política de privacidade.

Monitoramento é constante

Publicado em 30/05/2016 • Notícias

Primeira colocada no índice de satisfação entre os PMEs com 68 pontos, a Bradesco Saúde – empresa integrante do Grupo Bradesco Seguros –, criou diferentes estratégias para chegar a este posto.
A empresa, por exemplo, faz criteriosa seleção no processo de ingresso do referenciado ao sistema, o que inclui avaliação curricular, confirmação da titulação nos conselhos regionais de medicina, bem como avaliação de diversas documentações do estabelecimento.
Periodicamente, há também a revisão e atualização do cadastro que se dá por meio de vistorias técnicas “in loco” ou contato telefônico.
“Adicionalmente, e ainda mais importante, o referenciado é constantemente monitorado por indicadores de qualidade assistencial e relacionados com a satisfação do beneficiário”, diz Marcio Coriolano, presidente da Bradesco Saúde.
O segmento, denominado pela Bradesco Saúde como SPG (Seguros Para Grupos, de 3 a 199 segurados), passou a ser o foco da estratégia de atuação da companhia.
Em 2015, dos cerca de 4,4 milhões de beneficiários da Bradesco Saúde, a carteira passou a responder por mais de 1 milhão de vidas seguradas. “As pequenas e microempresas têm uma característica muito particular pois a decisão é centralizada, isto é, o dono toma todas as decisões e participa de todas as etapas da vida da empresa.
Cada vez mais, as PMEs estão contratando seguros como política de retenção de talentos e de melhores condições de vida e de trabalho para os colaboradores”, analisa o executivo.
Para atender de maneira satisfatória este setor, Marcio aposta na penetração em âmbito nacional da marca, devido, em grande parte, a presença do Banco Bradesco em quase todos os municípios do País.
“Em todas as agências do banco existe um corretor capacitado para vender, de acordo com o perfil e a necessidade do cliente, o melhor plano de saúde.” Ainda para justificar a liderança, Marcio destaca o treinamento de corretores por todo o Brasil e a busca pela qualidade.
“A despeito de termos crescido, em faturamento, a uma média de 29% ao ano no segmento de pequenas e médias empresas, nos últimos cinco anos, nossa prioridade foi o atendimento com qualidade, em sintonia com as necessidades do consumidor.”

Fonte: O Estado de S.Paulo

Mais notícias e eventos