Nosso site usa cookies para melhorar sua experiência. Ao prosseguir você concorda com nossa política de privacidade.

Reajustes de Seguros

Publicado em 01/09/2015 • Notícias

Controlar preços de planos de saúde não conteria a pressão inflacionária no setor, indica estudo da Tendências Consultoria encomendado pelo Iess (Instituto de Estudos de Saúde Suplementar).

Os valores dos planos de saúde individuais são reajustados anualmente pela ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar). Neste ano, a revisão foi de 13,55%.

Já os coletivos têm seus preços determinados em negociação entre seguradora e contratantes. Se a mesma regra de reajuste tabelado passar a valer para esses contratos traria problemas para as operadoras, diz Luiz Augusto Carneiro, do Iess.

“”Os custos têm aumentado 17% ao ano. Proibi-las de equalizar receitas geraria desequilíbrios financeiros.””

As operadoras não repassaram ao consumidor tudo que passaram a pagar a mais, afirma. “”A margem de lucro no ano passado foi de 0,01%.””

O levantamento aponta que segurar inflação dos serviços médicos seria o melhor caminho para evitar aumentos dos planos de saúde.

Fonte: Folha de S.Paulo

Mais notícias e eventos